domingo, 3 de junho de 2018

Relação Complicada





A pior parte do termino de um relacionamento é quando ele ocorre por que você gosta da pessoa. Pode soar bizarro  e esquisito mas esse tipo de coisa existe. Apesar de tudo ainda sinto falta dele, sinto falta de algumas coisas, lembro de coisas que fazíamos, vejo coisas quem me lembram outras e assim por diante. 
Mas por mais que seja difícil, mesmo que goste ou ame a pessoa, há coisas que não podemos suportar simplesmente por amor, cuidar de si e do outro também é entender a hora que tudo acaba. Insistir em algo que só nos machuca, não vale a pena. Ver alguém mal, por sua causa, não vale a pena. 
Muitas pessoas acreditam que amor é a unica coisa necessária para se estar em uma relação, mas elas não podem estar mais enganadas, muitas e muitas coisas envolvem toda essa loucura, o difícil é reconhece-las e entende-las. 
Por muitas vezes me vi em momentos com os quais eu não sabia lidar e não entendia, mas também via que era errado e mesmo assim deixei as coisas irem até não dar mais para aguentar, tudo se torna chato, impossível e irritante. Quando na verdade certas coisas não foram ditas quando eram necessárias. 
Deixar as coisas irem é permitir que as coisas fiquem insuportáveis. E pensar que o amor consertará tudo é uma das ideias mais erradas que podemos ter, pois não vai. 
Permitir um amor ir é muito mais valido do que deixar ele ficar até não existir mais nada.
Continue Lendo ►

Viado Anormal

Imagem relacionada



Existe algo de anormal em ser Gay, algo que nunca te permite nunca mais ser outro tipo de coisa, pois o rotulo sempre virá primeiro do que a pessoa que você é! Tudo pelo que tenho passado, visto e ouvido, me deixa cada vez mais sem opções de pensar em ser alguém, simplesmente ser alguém, algo como alguém normal. Não que eu ache que gays não são normais, claro que acho e defendo isso, pois também sou, mas o fato é por que isso é tão importante para os outros?
A partir do momento que nos assumimos deixamos de ser uma pessoa , um ser humano, e nos tornamos rótulos, e a cada dia que passa outros mais surgirão; Se você é ativo, passivo, flex, versátil, binário, não binário, afeminado, barbie, bear, twink... Entre tantos outros. É difícil ser simplesmente você no meio dessa loucura toda, é difícil simplesmente ser, quem dirá então se apaixonar por alguém. 
Em mundo homossexual as coisas são tão delicadas e frágeis que todo cuidado é pouco, olhamos cada minimo detalhe para não cair numa armadilha. Olhar alguém pode ser ofensivo, tentar entrar em contato com alguém pode ser ofensivo, beijar em publico, dar as mãos, fazer carinho, amar... Todas são as armadilhas que estão na nossa frente e temos que observar com muito cuidado para não nos machucar. Nesse mundo louco as relações se limitam a conhecer pessoas online, ter uma conversa vazia com caras, ouvir cantadas aleatórias, pedir fotos, mandar fotos e esperar pra que algum dia você finalmente consiga encontrar com a pessoa.
O mundo virá de ponta cabeça quando o assunto é sexualidade, estamos tão atrasados em tantos aspectos que da até medo de pensar e a cada dia que passa descubro um rotulo novo ou uma nova norma, as coisas poderiam ser mais fáceis se cada pessoa visse o outro como pessoa, ou só como elas são, sem definir caráter, pelo o que o outro está aparentando a primeira vista.
A liberdade de todo Gay é tirada, quando ele se esconde, se reprimindo fingindo não sentir o que realmente sente ou o que realmente. E também quando ele se assume pois agora temos que ser fortes, orgulhosos e lutar. Não só por nós mas por todos os outros também. É foda ser Gay num mundo heteronormativo!
Continue Lendo ►