segunda-feira, 8 de abril de 2013

Capitulo 90 – Cara a Cara



Capitulo 90 – Cara a Cara

-Desça do carro, vou tentar ajudar a Aline a descer.
Rapidamente ela desceu do carro, e eu passei para o banco de trás, porque pelo meu lado seria impossível descer.
Abri a porta da Aline e a tirei de dentro do carro, segurando-a nos braços.
-Consegue ficar de pé meu amor?
-Acho que sim! – respondeu ela.
Então a coloquei no chão apoiada em mim.
Os convidados do  casamento ficaram horrorizados ao ver que éramos nós.
E logo chegou o motoqueiro maldito freando a moto e descendo dela se pondo a nossa frente, e ele ria...
...
...
A risada dele era amedrontadora e interrupta, uma risada sádica e perturbadora.
Enquanto ele ria da nossa cara, nós três olhávamos para ele o encarando, e os convidados olhavam tudo, procurando razões e motivos.
Meu corpo enrijeceu-se, estava tomado pelo ódio, estava cansado de ter de fugir dele e de me esconder, como fiz desde o inicio, fugi de casa só para não enfrentar a situação, talvez porque eu já tinha na minha cabeça premeditado que eu não venceria, oque seria fato, mas só de ter o prazer de derruba-lo e me tornar dono da situação, já me deixaria aliviado e um pouco mais feliz.
E eu acho que se eu não tivesse fugido desde o começo, nada disso teria acontecido, e não estaríamos passando por isso, nem teria posto minha família em risco, mas também se eu não tivesse feito oque fiz, provavelmente não teria minha família, não podemos nos arrepender do passado.
-E então? – perguntou o maldito que sorria sadicamente para mim.
-Então oque? – respondi grosseiramente.
-Cansou de fugir, se esconder? Qual vai ser agora? Não quer correr mais um pouco? Tem uma longa rua ai a frente, não quer correr mais um pouco?
-Como se precisa-se disso!
-Olha agora me surpreendeu! Finalmente resolveu agir, nosso menino virou homem!
-Não sou seu!
-Ai é oque você pensa! – ele sempre dizia as coisas tão sarcasticamente.
-Não sou e não serei, e a partir de hoje quero você bem longe de mim!
-Porque tanto ódio? Eu te amo tanto, meu filhinho!
-Eu não sou seu filho!
-Hahaha é ai que você se engana!
-Cala a boca, velho nojento!
-Calar a boca? Então acho que você não vai querer saber oque tenho para falar!
-E desde quando você fala algo de útil? – ele me ignorou. – e então?
-To calando a boca, do feito que você mandou hahaha.
-Fala logo velho desgraçado!
-Obrigado, já que insiste!
Ele pegou a arma e a colocou no bolso, e então pegou um cigarro que estava no bolso junto com o isqueiro, e então começou a fumar.
-Da pra falar logo velho desgraçado!
-Pra que a pressa? Não estava fugindo até agora? Porque não esperar mais um pouco.
-Fala logo infeliz!
-Ok não vou te fazer esperar mais. – ele começou a fumar mais um pouco. – Sabe uma coisa que seu papai, que você tanto idolatra não te ensinou?
-Oque?                                                                        
-Nossa você esta disposto a ouvir? Surpreendente!
-Fala logo!
-Seu pai te ensinou,  ter bons modos, ser educado, a dirigir bem, escrever, tocar bem, entre outras coisas, mas tem uma coisinha que ele esqueceu de te ensinar, talvez porque morreu antes de te ver crescer, e ver o idiota, e enganável que você é!
-Do que está falando?
-Hum quer mesmo saber a verdade?
...
...
Capitulo 91
Continua...

2 comentários :

Nya-San. disse...

MelDeus '0'

Velho desgraçado mrm viu ,' maas okey okey ~ ja matei noos pensamentos u-ú ~ coont plees' .
garotaperigosa.blogspot.com

Caio Bigliazzi disse...

hahaha