terça-feira, 26 de fevereiro de 2013

Expressão ou Repressão?





Desde o inicio do brasil, e de toda sua história, nunca tivemos nossa opinião, por falta de oportunidade e espaço, e até hoje somos ensinados a não reagir e permanecer calados sobre uma regra ou posição imposta!
E isso vem desde que Cristovam Colombo “descobriu” o Brasil, desde que foi criado o primeiro governo e foi seguindo até hoje. Índios e escravos lutavam por sua liberdade e sua expressão, e os portugueses e os barões reprimiam  todos eles, para ter domínio onde usavam armas para se mostrarem superior, onde agrediam a mente e destruíam a opinião, para usar o físico.
A ditadura militar foi outro enorme fato que marcou o Brasil proibindo que o povo se expressa-se e de que artistas tivessem sua liberdade de comunicar oque queriam , e só teve fim quando a população se uniu, sendo a maioria vencendo o governo.
Dizem que a escravidão acabou, mas oque somos do governo?
Somos novos escravos chamados de população.
São impostas regras, obrigações e deveres, direitos existem poucos e mínimos, para não termos oque debater contra eles. Eles podem tudo e nós temos o “direito” de simplesmente obedecer.
Porque será que a educação no Brasil é tão precária?
Pois se formos “burros” o domínio é maior e facilitado, sem formação, não teremos com oque rebater, ser contra, formar uma opinião e lutar por ela.
Aproveitando o racismo e o preconceito, o governo se expande, pois como a sociedade já é dividida, separa-la mais ainda não seria nenhuma problema. Assim o domínio sobre nós maior e mais potente, deixando a população cada vez mais desunida e enfraquecida.
Já se perguntaram do significado da nossa frase da bandeira?
“Ordem e Progresso”
Ordem= se impõem ordens e condições.
Progresso= Com o domínio da ordem, teremos o progresso.
E isso foi criado por um Coronel militar na época da nossa estrutura politica após derrubarem o rei, ou seja, quando nós ainda éramos “inúteis” e escravizados, se isso continua até hoje (ordem e progresso), oque nos diferencia do passado? Nós agora somos livres ou temos expressão?

Nenhum comentário :