terça-feira, 26 de fevereiro de 2013

Expressão ou Repressão?





Desde o inicio do brasil, e de toda sua história, nunca tivemos nossa opinião, por falta de oportunidade e espaço, e até hoje somos ensinados a não reagir e permanecer calados sobre uma regra ou posição imposta!
E isso vem desde que Cristovam Colombo “descobriu” o Brasil, desde que foi criado o primeiro governo e foi seguindo até hoje. Índios e escravos lutavam por sua liberdade e sua expressão, e os portugueses e os barões reprimiam  todos eles, para ter domínio onde usavam armas para se mostrarem superior, onde agrediam a mente e destruíam a opinião, para usar o físico.
A ditadura militar foi outro enorme fato que marcou o Brasil proibindo que o povo se expressa-se e de que artistas tivessem sua liberdade de comunicar oque queriam , e só teve fim quando a população se uniu, sendo a maioria vencendo o governo.
Dizem que a escravidão acabou, mas oque somos do governo?
Somos novos escravos chamados de população.
São impostas regras, obrigações e deveres, direitos existem poucos e mínimos, para não termos oque debater contra eles. Eles podem tudo e nós temos o “direito” de simplesmente obedecer.
Porque será que a educação no Brasil é tão precária?
Pois se formos “burros” o domínio é maior e facilitado, sem formação, não teremos com oque rebater, ser contra, formar uma opinião e lutar por ela.
Aproveitando o racismo e o preconceito, o governo se expande, pois como a sociedade já é dividida, separa-la mais ainda não seria nenhuma problema. Assim o domínio sobre nós maior e mais potente, deixando a população cada vez mais desunida e enfraquecida.
Já se perguntaram do significado da nossa frase da bandeira?
“Ordem e Progresso”
Ordem= se impõem ordens e condições.
Progresso= Com o domínio da ordem, teremos o progresso.
E isso foi criado por um Coronel militar na época da nossa estrutura politica após derrubarem o rei, ou seja, quando nós ainda éramos “inúteis” e escravizados, se isso continua até hoje (ordem e progresso), oque nos diferencia do passado? Nós agora somos livres ou temos expressão?
Continue Lendo ►

segunda-feira, 25 de fevereiro de 2013

This Is The New Year




Mais um Fã vídeo do blog, para dar inicio a um grande ano!

Continue Lendo ►

segunda-feira, 11 de fevereiro de 2013

O que rola e o que não rola?


Há uma semana atrás foram feitas 2 enquetes, bom vamos noque deu:

Playlist NÃO ROLA 

   A playlist do blog, não vai rolar, pela votação 60% dos votos foram não!

Novidade VAI ROLA

   Como foi decidido por 80% dos votos, a novidade vai rolar, e tudo já está sendo organizado, e o lançamento está previsto para a semana que vem, se tudo der certo. "Vocês irão ver e ouvir muita coisa!"

Beijos e Abraços, até mais!
Caio Bigliazzi


(Obrigado pelas 42.000 Views do blog)
Continue Lendo ►

domingo, 3 de fevereiro de 2013

#Enquetes


   Bom gentee, olá! Esse post é um pedido para me ajudar em 2 dilemas kkkk vejam só:

   1º Playlist:
   Eu quero colocar uma playlist no blog, mas isso é algo muito cansativo, porque eu tenho que achar musica, atualizar sempre e recolocar os links que dão erro, enfim muito trabalho, mas se caso for algo que vocês queiram, eu farei! Então votem em "Você quer a playlist de volta no blog?"!

   2º Novidade:
   Eu bolei uma novidade bem legal e da hora pro blog, mas eu não achei que seria algo para agora, pq eu achei que estava estranho, mas se vocês quiserem essa novidade votem lá e veremos! Então vote em: "Vai rolar novidade?"

  Então era isso que eu tinha pra falar e deixar de recado kkkk as enquetes vãoaté dia 09/02, entãooo votemmm! O post tah chato pq eu estou cansado e com sono e texto está tedioso! 

  Beijos e Abraços, Até mais! VOTEM
  Caio Bigliazzi


Continue Lendo ►

sexta-feira, 1 de fevereiro de 2013

Capitulo 86 – Vovó


Capitulo 86 – Vovó

Se aproximamos da casa e eu empurrei a porta, que estava quebrada para variar, e assim que entramos, vi minha mãe sentada na poltrona velha em frente a televisão quebrada, que ela observava sem piscar, como sempre fazia, sorri ao ver aquela imagem, mesmo sem ter motivos para isso, aos pês dela, havia uma garrafa de pinga, mas não tenho certeza se era de hoje.
-Mãe? – perguntei.
-Felipe?! – disse ela surpresa.
...
...
-Sim, sou eu mãe! – respondi, e ela continuou imóvel. – Quero que conheça uma pessoa!
Me aproximei da poltrona e agachei para olha pra ela, que se virou devagar, estava fraca, os motivos não se eram difíceis de se imaginar.
-Mas antes quero saber se ele está ai? – perguntei a ela olhando em teus olhos.
-Não, ele saiu mas logo volta! – ela se levantou com dificuldade, parece que depois que me fui as coisas pioraram, e ao ver Aline encostada na porta um pouco tímida, porem ansiosa, perguntou curiosa. – Quem é?
Fiquei em pé ao lado da minha mãe que observava Aline atentamente.
-Essa é a Aline mãe, minha noiva! – disse e me aproximei de Aline. – E essa é minha mãe! – falei sorrindo, oque fez ela dar um sorriso tímido.
-É um prazer conhece-la! – disse a Aline se aproximando.
-Você é muito linda, meu filho tem sorte! – ela parou por um momento respirou fundo. – Noiva?
-Sim! – afirmou Aline.
-Oque aprontou esse tempo todo em menino? – disse minha mãe em tão de piada, que logo percebi, era bom ouvir aquilo dela.
-Você nem vai acreditar! – respondi, oque fez todo mundo rir por alguns pequenos instantes, cada um pelos seus motivos.
-Me desculpa, por te conhecer aqui, se soubesse havia dado pelo menos uma ajeitadinha! Mas fiquem a vontade, querem um café? – disse minha mãe indo em direção a cozinha, pude perceber sua animação.
-Não mãe não podemos ficar muito tempo, temos que sair logo antes que o infeliz chegue!
-Aaah que pena! – mas minha mãe ainda não desistiu do café e começou a pegar as coisas para faze-lo. – Mas então noivos, quando pretendem se casar?
-Hoje! – dissemos juntos, Aline e eu.
Minha mãe parou e nos olhou, com um pouco de espanto.
-E esse foi o motivo de nossa vinda aqui! – começou a falar a Aline, oque me surpreendeu. - Nós queremos muito que você vá ao nosso casamento, não conseguimos entrar em contato, o Felipe não queria me trazer aqui, mas essa foi nossa última saída para chama-la. Pode parecer loucura, mas eu particularmente quero muito que você vá, significaria muito para mim!
-Sim isso é loucura! – disse minha mãe. – Não que eu não queira ir, mas não posso!
-Mãe a Aline perdeu a mãe quando criança, da mesma forma como perdi meu pai, e seria muito importante para ela se você fosse, minha mãe! – disse, abraçando a Aline.
-Mas você já sabe que eu não posso sair daqui, se ele descobre...
-Mãe chega, você está livre! – falei indo em sua direção. – Eu consegui uma boa casa, tenho um bom emprego! Pode ficar com agente agora, não precisa mais ficar aqui sofrendo!
-Mas filho, .... – ela deu uma pausa. – olha meu estado, não tenho roupa, não ...
-E quem disse que isso importa?
Ela sorriu e me deu um abraço, e cochichou em meu ouvido:
-Obrigado!
Aline nos olhava com os olhos de uma criança, ao ver o brinquedo preferido, acho que essa era a cena que ela mais esperava, entre nós dois!
-Oque mais eu não sei, está noivo, e oque mais você aprontou? – disse minha mãe caçoando.
-Eu vou ser pai! – disse logo de uma vez.
-Como assim?
-A Aline está gravida, vamos ter um menino, Arthur! Você é vovó! – minha mãe se sentou novamente.
-Que loucura menino, olha sua idade!
-Mãe não temos tempo para discutir loucura alheia, o casamento logo vai começar, e temos que sair logo daqui antes que aquele drogado saiba!
-Antes que eu saiba oque? – ouvi as vozes que eu mais temia ouvir aquela noite, e ao me virar pude afirmar que era o infeliz, que acabara de chegar.
...
...
Capitulo 87 – O Drogado
Continua...


Continue Lendo ►