terça-feira, 8 de janeiro de 2013

Capitulo 85 - Reencontro



Capitulo 85 – Reencontro


Irritado joguei o telefone ao chão e gritei de raiva, foi quando baterão a porta.
-Licença senhor Felipe, desculpe atrapalhar, mas vim avisar que já estamos preparando os carros e caminhões para levar tudo ao parque. – disse a moça, morena que bateu a porta. – Até mais!
-Espera!!! – gritei. – Que horas são?
-19h30.
-Ai meu Deus!
-Aconteceu alguma coisa? Podemos ajuda-lo?
-Não está tudo bem!
Desci as escadas correndo, a casa estava sendo esvaziada, e lá fora tudo estava sendo colocado nos carros, as estruturas montadas, tudo a cêu aberto, e meu coração já estava a mil por hora.
Voltei para a casa e me troquei, colocando o meu traje o mais rápido possível e desci as para a sala novamente...
...
...
Voltei para a casa e me troquei, colocando o meu traje o mais rápido possível e desci as para a sala novamente, todos se movimentando ao mesmo tempo, uma equipe enorme, trabalhando o mais rápido e o mais perfeito possível e eu só observava, ainda preocupado, mas meu mundo, minha mente, tudo parrou quando olhei para a escada.
A Aline descia a escada, perfeita, com o sorriso mais brilhante que já vi, seu cabelo jogado para o lado, todo arrumado, o seu sapato branco com predarias, as joias que havia lhe dado, a maquiagem impecável, e seu vestido branco curto, simples. E ela vinha em minha direção, e eu nem se quer piscava.
-Oi meu amor!
-Como você está linda!
-E sua mãe? – logo disse ela.
-Não consigo falar com ela de jeito nenhum.
-Como não?
-Nenhum numero dá certo, sempre cai na caixa de mensagem.
-Então vamos ter que busca-la! - Afirmou a Aline, pegando o celular e a chave do carro. – Vamos não temos muito tempo.
-Aline, por favor me escuta, pelo menos uma vez, hoje não! – implorei. – Eu posso ir atrás dela depois, eu prometo que você ira conhece-la, eu trago ela pra morar com agente, eu tiro ela de lá, você vai conhece-la eu juro, mas pela amor de Deus hoje não! E ainda mais com você junto!
-Felipe olha pra mim... – disse ela pegando no meu rosto, fazendo eu olhar para ela. – vai dar tudo certo, e você sabe como eu quero isso, por favor realiza isso pra mim, eu vou estar com você e você terá a mim. Juntos! – ela deu uma pausa. – Não tem nada que possa acontecer eu prometo. Vai dar tudo certo!
Ficamos nos olhando e eu via a vontade dela em seus olhos...
-Pega a chave do carro, e vamos, faz isso por mim. – disse ela me entregando a chave.
-Vamos! Mas pelo amor de Deus faça tudo oque eu dizer.
Peguei a chave, e corremos para o carro.
-Logo voltamos. – gritei para a organizadora.
Entramos no carro, colocamos os cintos e Luke tentou ir atrás da gente mas desistiu, liguei o carro e sai antes que ele pudesse chegar perto.
-Felipe acelera, ainda tenho que por o vestido do casamento.
-Isso é loucura!
-Sim, mas vale a pena.
As casas passavam por nós como um vulto, e eu mal piscava, uma das minhas mãos estavam inquieta, passava pela perna, boca e batucava o volante, e a outra até vermelha de tanto segurar o volante com força, e eu suava frio.
A Aline viu meu nervosismo e impaciência e segurou minha mão.
-Fica calmo.
-Eu te amo.
Prestava atenção no caminho sem ao menos piscar, até frear bruscamente em frente da casa, da qual tinha nojo e pavor.
-Essa é a casa da sua mãe?
-Sim!
Descemos do carro e demos as mãos eu segurava a Aline com tanta força que acho que cheguei a machuca-la, pra falar a verdade não sei de onde vinha tanto nervosismo.
-Eu pensava que você estava exagerando quando me contou.
-Não eu não estava! – respondi para a Aline com a voz tremula. – Faça tudo oque eu disser.
Se aproximamos da casa e eu empurrei a porta, que estava quebrada para variar, e assim que entramos, vi minha mãe sentada na poltrona velha em frente a televisão quebrada, que ela observava sem piscar, como sempre fazia, sorri ao ver aquela imagem, mesmo sem ter motivos para isso, aos pês dela, havia uma garrafa de pinga, mas não tenho certeza se era de hoje.
-Mãe? – perguntei.
-Felipe?! – disse ela surpresa.
...
...
Capitulo 86 – Vovó
Continua...
Continue Lendo ►

Capitulo 84 - No Dia



Capitulo 84 – No Dia


E assim que atenderam:
-Sua chamada está sendo encaminhada para a caixa de mensagem...
Desliguei o telefone, esperei um pouco, e então continuei.
Fiquei tentando o resto do dia, nos dois números, e o destino sempre era o mesmo, ser atendido pelas mensagens eletrônicas, pelo menos pude decora-las. Eu parei só quando acabei caindo no sono.
A Aline estava deitada comigo e me acariciava, e eu fui cedendo até adormecer abraçado com ela.
...
...
Na manhã seguinte acordei com mais sono, do que havia me deitado, estava mentalmente cassado e muito preocupado, a partir daquele dia tudo podia mudar, ou pra melhor ou pra pior, mas como eu queria poder fazer com que a primeira opção fosse a nossa realidade...
Eu estava sozinho na cama, Aline já havia levantado, e pelo jeito cedo, pois olhei o relógio ainda era de manhã, ás 8 da manhã, sentei na cama, respirei fundo e esfreguei o rosto com as mãos. Logo o Luke apareceu, subindo na cama e festejando, como toda a manhã, e eu o acariciei.
-Bom dia meu amor! – disse a Aline entrando com uma bandeja.
-Hum, bom dia linda!
-Fiz um café da manha pra gente. – falou ela se sentando na cama com a bandeja. – Sabe que dia é hoje?
-Claro que sei!
-Que dia é hoje?
-Dia de eu lavar a louça? – perguntei brincando.
-Bobo.
-Você vai ser a noiva mais linda essa noite ... – falei a abraçando. – ...com um vestido maravilhoso, com o cabelo mais lindo, o rosto angelical, um sorriso tímido que irá me dar quando, estiver indo em minha direção, a pele clara em contraste com as luminárias e a lua ...
-Nossa, vendo assim eu pareço um sonho!
-Mas você é, o meu sonho.
Deitei ela na cama e a beijei, e ela me deu aquele sorriso tímido, que até agora escondi de vocês:
-Eu quero você pra mim, para o resto da minha vida! – falei pra ela.
-E eu quero você pra mim, muito além disso! – respondeu.
Ela se sentou em meu colo e me beijou, tão calorosamente, que me fez suar e sofrer arrepios por todo o corpo, e agente se tornava um só, enquanto Luke comemorava.
Tomamos nosso café da manha abraçados e vendo desenho, e Luke deitado sobre nossos pês.
Logo após o meio dia começou o movimento dentro de casa, como o casamento era no parque, não podíamos ficar lá o dia todo arrumando as coisas, tínhamos apenas uma hora para transformar um parque em um salão de festas.
Nossa casa foi, ocupada por inúmeras pessoas, que organizavam o evento, no quintal, nos fundos da casa, estavam todas as flores para serem feitos os arranjos e as luminárias para ser montadas, na cozinha, havia três freezers onde estava tudo da festa, bebidas, salgados e o bolo, que ainda estava sendo terminado ali mesmo. Nossa sala serviu de galpão, para deixar as mesas, cadeiras, bancos e todas as estruturas de metal, e na frente de casa estavam montando o jogo de luzes e a iluminação, tudo sendo preparado, para que ás 20h tudo fosse levado ao parque, para as 21h começar o casamento.
No andar de cima, ficou tudo para a Aline basicamente, e eu fui para meu quartinho, lá dentro, após eu fechar a porta nada daquela movimentação se ouvia, de certa forma me acalmei.
Não demorou muito e logo bateram na porta, e eu a abri, era a Aline, que me empurrou para dentro novamente e fechou a porta.
-Eu sei que está um pouco nervoso, mas relaxa vai dar tudo certo. – disse ela sorrindo para mim.
Me empurrou para o sofá, onde nos amamos mais um pouco, com caricias, beijos e sorrisos, tão lindos...
Assim que a Aline voltou a sua arrumação e preparação, eu de imediato peguei o telefone, e liguei para minha mãe, inúmeras e inúmeras vezes, sem parar, mas de nada resolveu o resultado sempre era o mesmo, caixa de mensagem.
Irritado joguei o telefone ao chão e gritei de raiva, foi quando baterão a porta.
-Licença senhor Felipe, desculpe atrapalhar, mas vim avisar que já estamos preparando os carros e caminhões para levar tudo ao parque. – disse a moça, morena que bateu a porta. – Até mais!
-Espera!!! – gritei. – Que horas são?
-19h30.
-Ai meu Deus!
-Aconteceu alguma coisa? Podemos ajuda-lo?
-Não está tudo bem!
Desci as escadas correndo, a casa estava sendo esvaziada, e lá fora tudo estava sendo colocado nos carros, as estruturas montadas, tudo a cêu aberto, e meu coração já estava a mil por hora.
Voltei para a casa e me troquei, colocando o meu traje o mais rápido possível e desci as para a sala novamente...
...
...
Capitulo 85 – Reencontro
Continua...
Continue Lendo ►

quarta-feira, 2 de janeiro de 2013

2013 Chegou \o/


PRIMEIRO POST DE 2013 HUHAHA kkkkkkkkkkk

   Bom, oiee gente, feliz ano novo, bom 2013 chegou "finarmente"! kkkkk Então para comemorar essa semana e semana quer vem contara com novos posts, pode ser Web-séries, paginas do For you, Sempre acontece, ... Bom (nossa quantos bons eu já falei kkkk) eu ainda num sei, mas vou postar coisinhas; Pode até ser capítulos da Web-Novela que está atrasada =/ .
   Mas oque importa é que vou postar alguma coisa kkkkk e quem sabe colocar a nova playlist kkk.

   Beijos e Abraços, até mais.
   FELIZ 2013 \o/
Continue Lendo ►