terça-feira, 16 de outubro de 2012

Cap.2 – Ocupações



Capitulo 2 – Ocupações

De noite logo após de fechar o tumblr e já estar desligando o notebook para ir dormir, recebo uma mensagem no celular.
“Boa noite Gabriel! Nos vemos amanha beleza? –Abraços Gabriel”
Mas infelizmente estava sem credito para responder.
...
...
Fui dormir, ansioso pelo o dia seguinte, parecia que pela primeira vez no ano eu estava animado pra ir pra escola, parecia que pela primeira vez eu tinha alguém que me entendesse, ou pelo menos tentava.
No dia seguinte acordei com o despertador, era 5 horas da manha, acordei com uma baita de uma preguiça e nem me esforcei para me animar, fui para o meu banheiro e tomei uma banho rápido, e assim que sai do banho, já coloquei o maldito uniforme.
Sem animo arrumei o material, e peguei minhas coisas, fui para a cozinha e fiz um leite com tody e sentei no sofá e fiquei vendo os clipes que passavam na MTV.
A casa estava fazia, como todas as manhas, meu pai já tinha ido viajar a trabalho e minha mãe já tinha ido para a clinica, onde era pediatra, bom meus pais não ficavam muito tempo em casa, e se ficavam, era pra descansar e não fazer nada, meu pai vivia viajando e minha mãe não saia do seu consultório, e eu ficava sozinho em casa todos os dias.
Eu estava adiantado, mas não me preocupei em me atrasar, quem sabe daria tempo de ir à biblioteca, escovei os dentes, coloquei a blusa, peguei as chaves e sai.
O elevador logo chegou, e eu desci os 10 andares sem animo nenhum, como a escola era perto do meu prédio então eu ia e voltava a pé todos os dias, nesse dia enquanto rastejava pelas ruas, meu celular começou a vibrar.
Mensagem do Luan: “Ei Gabriel, já está acordado? Já estou na escola! Se der vem cá, quero lhe apresentar aos meus amigos. Falou!”
Logo me animei, e meus passos ganharam vida, mas eu estava sem credito para responde-lo.
Ao chegar na escola, pude ver ele com a sua turma, todos de pé conversando e rindo, eu tímido, fui em sua direção, mas logo fui puxado para trás.
-Ai, Gabriel, ainda bem que você chegou, estamos atrasados, o trabalho de português é pra hoje, e ainda temos umas 5 páginas pra escrever. – começou a falar a Lua, atropelando as palavras.
-É verdade! É sobre oque mesmo?
-Escritores da idade média. – ela me pegou no braço e fomos para a biblioteca.
É parecia, que teria que falar com o Luan mais tarde.
Eu a Lua, fizemos o trabalho correndo e acabamos minutos antes do sinal bater, as aulas se rastejavam e hora não passava, eu estava tão entediado que nem prestei atenção nas aulas.
No intervalo, fiquei com a Lua num banco qualquer espalhado pelo pátio, quando levo um tapa na cabeça de leve.
-Oi Gabriel – falou o Gabriel. – Recebeu minha mensagem?
-Oi, senta ai. – falei e ele logo pulou o banco e se sentou do meu lado. – Recebi, mas nem deu pra...
-Imaginei, que num dava! – falou ele sem deixar eu terminar. – Vamos sair com a minha turma hoje? Depois da aula vamos, para o parque aqui perto.
-Nem dá, tenho ensaio de dança para a apresentação do mês que vem.
-Hum... E amanha?
-Teatro.
-E que dia ...
-Oi. – falou a Lua, irritada por ser ignorada. – Eu sou a Lua.
-Ai desculpa, eu sou o Luan. – falou ele sorrindo pra ela. – O Gabriel falou sobre você.
-Falou ?
-Claro! E disse que vocês já se beijaram e que ...
-Tá chega, não vamos entrar em detalhes, aquilo foi só jogo de verdade e desafio. –interrompi a conversa deles.
-É! – falou por fim a Lua.
-Bom o povo deve tá sentindo minha falta, até mais! – falou o Luna se retirando.
-Até. – falamos juntos.
-Você contou pra ele? Porque? – perguntou a Lua.
-Sei lá.
...
As duas ultimas aulas demoraram pra passar, e na saída, sai correndo pra almoçar, se não iria me atrasar para o ensaio, mas sem querer acabei esbarrando com o Luan, no portão.
-Nossa, mas que pressa! – comentou ele.
-Tenho que ir rápido, se não me atraso para o ensaio. – quando estava quase saído ele me puxa pelo braço de novo.
-Espera um minuto. Essa semana num da mesmo? Queria te conhecer melhor!
-Desculpa mas estou sem tempo, agente se fala pelo msn, qualquer coisa.
-Tá!
Sai o mais rápido que pude para não me atrasar para o ensaio.
Capitulo 3 – Fuga
“-Eu já disse, que não gosto de matar aulas.
- Eu já disse que um pouco de diversão não faz mal.”

Nenhum comentário :