segunda-feira, 23 de janeiro de 2012

Web- Série - Epilogo.



O  Acampamento  das  Almas:
   Epilogo

      

       -Bruno o que aconteceu? – perguntou Luiza.
-Com a morte de Gabriel, parece que a maldição das almas está se desfazendo ou se tornando permanente, temos eu sair daqui o mais rápido que pudermos, vamos para o nosso acampamento pegar o carro.  
...
...
Em poucos segundos, a cabana estava alagada de sangue  e explodindo em chamas.
Saímos correndo de lá tentando achar o lago, no meio da floresta, estava tudo a maior turbulência, todas as almas gritavam e se debatiam de dor, corriam, pulavam, e o mais importante gritavam, todos aqueles grito, me atormentava.
Depois de horas correndo sem direção, tentando achar o lago, acabamos achando a estrada, pulamos a grade, para ir pela beira da estrada, e coremos novamente, mas agora em direção a entrada do acampamento.
Todos estavam cansados, mas continuávamos a correr para poder fugir, daquele lugar, e depois de um Bom tempo chegamos a entrada do acampamento, fui para o nosso acampamento peguei as chaves do carro e entramos. 
Eu e Luiza fomos pela frente, e as meninas atrás, e assim que dei a partida e pisei no acelerador, uma bomba foi acionada, que explodiu o carro.
“Eu vou matar todos que passam por esse acampamento!”
Lembrei da frase de Gabriel, e provavelmente foi ele  que  colocou a bomba antes de morrer.
E agora nossas almas foram amaldiçoadas, e temos que viver torturando e matando todos os que pisarem no nosso acampamento, o acampamento das almas. E agora é fato, a maldição virou permanente e irá permanecer.

Autores: @gabiparceli @Izaamoutinho_ @PatyBiglit e @CaioBigliazzi

2 comentários :

Isabely Rodrigues disse...

Olá estou te convidando para visitar o meu novo blog, tenho certeza que irá gostar, beijos.
http://fasesdegarota.blogspot.com

Evellen disse...

Ah que chato eles morreram, agora vão ficar torturando todos que pisam no acampamento. Gostei da história. Suas histórias são demais.

beijinhoos ;*
garotanadanormal.blospot.com