segunda-feira, 28 de novembro de 2011

Cap.3 - Divisão




Capitulo3- Divisão  

Não demorou muito tempo para o individuo sair do meio da campina e voltar a floresta, então de certa forma relaxei um pouco ,mas mesmo assim sentia os outros cercando a campina e nos observando. Desde que continuassem ali sem fazer nada alem de observar, estava tudo tranquilo.
Tentei não me abalar, abracei a Luiza e tentei voltar a dormir, mas...
...

...
Mas aquela sensação horrível de estar sendo vigiado não me deixa descansar, e muito menos me distrair com alguma outra coisa, eu simplesmente agarrava Luiza e deixava o tempo passar.
Quando o sol já estava pra nascer, senti os “visitantes” se dispersarem e voltar para a mata fechada, e só assim que eles saíram consegui dormir um pouco.
Eu só fui acordar, com a Luiza me chamando:
-Acorda meu amor – disse ela acariciando meu rosto, e eu abria meus olhos lentamente com preguiça – Bom dia!
-Bom dia! – respondi.
-E ai lindo, dormiu bem ?
-Nem um pouco! –respondi rápido.
-Por que?
-Ah é que essa... –parei para pensar um pouco – Devo ter estranhado o lugar! – decidi mentir para não assustá-la. -  e você dormiu bem ?
-Dormi sim, ainda mais com aquele seu abraço de urso!
Nos beijamos e experimentamos como seria uma relação dentro de uma barraca e posso lhes dizer que não foi uma das piores.
Nós havíamos acordado mais cedo que todos, e então depois ficamos conversando, até que os outros começaram a acordar também.
E aquela tarde foi um tédio total, estávamos sem nada para fazer e o calor era insuportável, naquela tarde as horas se rastejavam e cada hora parecia anos, e eu ainda que estava morrendo de sono tentava me manter acordado.
Quando já estava anoitecendo, Daniel, Barbara, Alexandre , Amanda e Milena decidem ir ver o sol se por lá no lago, como eu não quis ir a Luiza também ficou comigo junto com Danilo e Yago que estavam com preguiça e Ingrid que não estava a fim de caminhar.
Então os cinco foram, e demoravam para voltar e quando já era umas sete da noite decidi ficar um pouco a sós com a Luiza, e poder parar de ouvir as histórias de terror da Ingrid, que já estava me deixando aos nervos.
Levei Luiza para o leste da campina, e a encostei em uma árvore:
-Nossa não aquento mais ouvir a Ingrid falando e contando aquelas histórias de terror chatas!
-Nem eu! – concordou ela
-Que tal fizermos algo mais interessante ?
-Tipo o que?
-Isso...
Eu passei meu braço em torno de seu corpo e agarrei sua nuca, e ela correspondeu, de repente sinto seu coração disparar muito depressa e em muito pouco tempo, ela me agarrou bem mais forte, procurando proteção ou ajuda, decidi parar o beijo.
Ao olhar em seus olhos, vejo uma expressão de horror:
-Luiza o que ouve? Você viu alguma coisa? – perguntei assustado ao ver aqueles olhos arregalados e repletos de pavor!
-O que aquilo? – disse ela apontando em direção a floresta.
Forcei os olhos para poder visualizar e vi algo se mexendo não muito longe de nós, agarrei a mão de Luiza e foi em direção a tal coisa, ao se aproximar mais percebo que aquilo é um corpo de uma pessoa.
Quando finalmente fiquei ao lado do corpo, consegui ver seu rosto, que era de uma garota muito bonita e angelical, mas em seu corpo pude ver marcas de violência e cortes, e sua blusa ensangüentada provava que a garota não estava nada bem!
Peguei- a no colo, e a levei para o acampamento, ainda de mãos dadas com a Luiza , chegando no acampamento deitei ela no chão e todos que estava lá ajudaram a tirar o excesso  de sangue e a fazer curativos no corpo da menina!
Enquanto isso, esperávamos a volta dos outros, mas eles não voltavam, e eu só observava os olhos de Luiza e o espanto que havia neles, enquanto ela olhava a tal garota.
Assim que acabamos com os curativos, a menina acordou e meio zonza tentou se comunicar?
-Quem são vocês ? – perguntou ela assustada
-Calma, beba um copo de água primeiro! – disse para a garota lhe dando um copo – O que houve com você ?
E assim que ela teve certeza de quem nós éramos começou a contar:
-Eu sou a Eduarda, estava em um acampamento do outro lado do lago, com uns amigos. Mas ultimamente coisas estranhas aconteceram por lá!
-O que houve? – perguntei curioso.
-Nos últimos dois dias, sentimos alguém nos observando, mas depois de um tempo esses observadores começaram a atacar, e foram mortes e desaparecimentos pelo meio do caminho !
-Quem são eles? – perguntei, com medo da resposta.
- Eles são um exercito de almas!
-Então foi por isso que não consegui ver a sombra deles ontem a noite!
-Você os viu ?
-Sim!
-Isso significa que vocês são as próximas vitimas!  
- E como você conseguiu chegar aqui ? – perguntei.
-Consegui fugir do massacre, as o único vivo entre eles veio atrás de mim e me fez isso tudo, e quando ele ia me matar viu vocês e simplesmente me deixou desacordada.
-Bom gente acho que temos que avisar o resto do grupo!
Fomos correndo para o lago, mas ao chegarmos já era tarde de mais, o que vimos assustou a todos principalmente a mim , pois não é fácil ver cadáveres de amigos.
Alexandre e Amanda estavam amarados um de costas para o outro e foram mortos com um tiro na nuca, já Daniel estava esquartejado e com os órgãos todos revirados, Barbara estava amarrada em uma arvore e morrerá esfaqueada e Milena era a única que não achávamos na beira do lago.
-Bom acho que você conseguiu sua história de terror Ingrid!   
Ela simplesmente abaixou a cabeça, e de repente ouvimos um grito de socorro que parecia ser a voz da Milena:
-Se preparem para o horror! – disse a Eduarda tremendo de medo ...
...  
Capitulo 4 –  Floresta a dentro!   
Autores: @gabiparceli @Izaamoutinho_ @PatyBiglit e @Caio_Bigliazzi

8 comentários :

Bruna Karine disse...

oi ,será que vc poderia fazer parceria com o blog do meu amigo ?
o link é :http://wavepositive.blogspot.com/

Matheus - Boy Teen disse...

Ai credo, Deus nos acuda! Gente, como você consegue fazer história desse jeito? Quando eu leio algum livro, fanfic e tal eu fico imaginando as cenas, acho isso legal... continue com a fanfic.... está ótima.

Cadu C. disse...

Cruzes! Agora deu medo!

Caio Bigliazzi disse...

Bruna aceito sim!

Caio Bigliazzi disse...

kkkkk sério que deu medo kkk ? eu ia fazer bem pior mas acabei deixando assim!

Carol! disse...

Caio, parabéns pela história, estou adorando a web - novela!
ass: Carol

fashionrockteens.blogspot.com

PS: Tem como você olhar o recado que eu deixei no primeiro comunicado que você fez??

David Iannini disse...

Oi! Está rolando um sorteio bacana no meu blog! Participa aê! O vencedor poderá escolher entre uma capa para iPad do Marc Jacobs ou o livro Icons da Louis Vuitton! Abraço!

http://acordeifashionista.blogspot.com/2011/11/concurso-cultural-bolsasdevalornet.html

Raull Gomes disse...

Nossa, que tenso. Lá vem eu com críticas, eu acho que você foi muito direto quando Eduarda disse que era um exército de almas, sabe? Para mim Bruno e os que estavam com ele no inicio achariam que era coisa da cabeça de Eduarda e tals, dá pra imaginar como seria essa parte na minha cabeça né? Mas admito uma coisa, ESTOU LOUCO PARA LER O CAPÍTULO 4! Vou ficar esperando com muuuuuuita ansiedade .D