segunda-feira, 14 de novembro de 2011

Cap.1 - O Inicio





Capitulo 1 - O Inicio

Na penúltima vez que estive no acampamento, ouve um fato não muito agradável, mas com certeza o acampamento não era o mesmo de hoje!
Eu e meus amigos estávamos conversando na beira do lago, enquanto o sol nos acertava riamos e brincávamos um com o outro, eu estava sentado ao lado de Gabriela, minha namorada, ela e mais uns amigos meus quiseram ir mergulhar no lago:
-Cuidado amor, o lago é fundo e você não sabe nadar!
-Pode deixar eu vou ficar aqui na beira mesmo!
Ela me deu um selinho e seguiu para o lago, e eu só fiquei observando, mas quando me distraio por uns minutos, vejo os meninos brincando com ela e a jogaram no meio do lago, logo arranquei a camisa e pulei no lago para ajuda – lá.
Quando a peguei ela já havia engolido muita água e estava pálida, a levei para a beira e tentei fazer respiração boca a boca nela, mas não funcionou ela não correspondia, depois verifiquei seu pulso que já estava super fraco, e verifiquei sua respiração que já não existia, não demorou muito para ela adormecer no seu sono profundo e deixar nosso mundo.
Todos em volta assustados olhavam sem entender o motivo de minhas lágrimas, mas depois todos conseguiram entender minha dor e lagrimas também surgiram nos rostos deles, e nesse momento surge Gabriel, irmão gêmeo dela, feliz da vida, rindo e brincando.
Mas depois , que lhe comuniquei o ocorrido ele ficou sem reação e surtou e culpou todos que estavam ali, por não tem ajudado sua querida irmã, naquele mesmo dia todos tiveram que arrumar as coisas e ir para casa!
Semanas se passaram, mas notícias ainda corriam em jornais, revistas e na televisão, era quase impossível esquecer tudo e esquecer das mágoas que ficaram em nós, e assim que voltaram as aulas ainda todos estavam em trauma.
E o acampamento depois de então ficou completamente vazio e inerte, acho que todos ficaram com receio de ir para lá depois de tantas noticias do ocorrido, e nós do grupo de amigos, nunca mais ficamos sabendo de Gabriel e sua família!
...

*2 anos depois*
E os anos se passaram, eu mudei de escola, fui morar na cidade vizinha, e não tinha mais contato com meus velhos amigos.
Mas já arranjara novos, par me ajudar, e além de amigos consegui conquistar Luisa, minha nova namorada, e a primeira garota com quem me relacionei depois do ocorrido. Nos primeiros messes de aula, tudo ocorrerá bem, até de mais.
Mas toda a tranquilidade acabou, depois que Danilo nos lançou um convite:
-Olha que tal nessas férias de julho, acamparmos? – convidou ele, super animado.
-Que tal formos para o tal acampamento da garota?  - perguntou Ingrid.
-Que acampamento é esse? – perguntou Yago curioso.
-Lembra do acampamento em que a garota morreu afogada, então ele não é muito longe daqui podemos ir!  - respondeu Ingrid, mais animada
Enquanto todos marcavam eu fiquei inerte, só ouvia o que falavam e ficava quieto e sem querer relembrando o rosto de Gabriela e dos lindos momentos que tivemos juntos.
Dias se passaram e assunto, ainda era presente nos intervalos das aulas, e eu só ouvia sem reação, uma semana antes Luiza decide conversar comigo sopre isso, estávamos em casa, no meu quarto e ela m pergunta:
-Você vai não é?
-Aonde? – me fiz de bobo.
-Bruno você sabe do que estou falando!
-Não sei se quero ir!
-Por que?
- Não gosto daquele lugar!
-Por favor, me faz companhia!
Depois de tanta insistência decidi acatar a oferta, mesmo não gostando muito da idéia fui só para acompanhar Luiza.
Daniel o mais velho do grupo, pegou o carro do pai para nos levar, o carro era para sete pessoas, mas coube os nove integrantes do grupo, eu estava sentado no pando de trás com a Luiza no colo, eu a abraçava para tentar esquecer o rosto de Gabriela que vagava em minha mente, e o cheiro do perfume de Luiza de certa forma me ajudava.
Era bem cedo e ainda o sol despontava no horizonte, fazendo um lindo contraste atrás das árvores, e quando passamos pelos portões velhos e enferrujados do acampamento, o sol iluminava a bela clareira onde ficamos, mas nem a beleza do lugar me tirou as tensões do passado...
Continua...

Capitulo 2 – Vigiados 
   Autores: @gabiparceli @Izaamoutinho_ @Paah_gabrielle e @Caio_Bigliazzi

4 comentários :

Delívery disse...

haha não sei se você se lembra,mas eu entrei no meu blog hoje e tinha um conmentário lindo seu. Resolvi voltar a atualizar.Espero te ver lá novamente! Vou seguir o seu blog tbm! s2 Beijos.

Matheus - Boy Teen disse...

oi, amei, a história, to bem atento com o segundo capítulo, esperando aqui e aguardando, achei graça dos gêmeos:Gabriela e Gabriel, mas to amando a história!!!!!!!!!

Cadu C. disse...

Adorei! Esse clima de suspense tbm ficou muito bacana...

Raull Gomes disse...

Vago. É o que eu achei do capítulo, sabe? Por que a garota afoga e morre, simplesmente por não saber nadar, tudo passa nas mídias e tomam que é uma assombração lá matando as pessoas. Pois é, ficou vago. Fora isso, você escreveu bem, descreveu tudo direitinho, foi possível até me imaginar lá (kk'