quarta-feira, 26 de outubro de 2011

Capitulo 19 – Marcas




Capitulo 19 Marcas

A Aline parecia uma mãe, tentando acalmar o filho, e que de certa forma funcionava! Quando eu me acalmei, fui tomar um banho por que eu estava até suado de tão nervoso que estava!
Naquela manha chovia intensamente, o que me acalmava mais ainda, adorava ouvir o barulho da chuva!
...

...
Depois que sai do banho mais relaxado, coloquei uma bermuda e fui para o quarto, a Aline estava sentada e enrolada no cobertor,por causa do frio, logo que sentei ao seu lado eu a abracei:
-Você está melhor? –perguntou a Aline.
-Sim, obrigado por cuidar de mim!
-Só estou fazendo o que você faria por mim!


Coloquei minha mão na nuca dela e agarrei seu cabelo, a puxei para perto de mim ,a envolvi nos meus braços, deitei ela na cama e a beijei da forma mais calma possível, parei o beijo aos selinhos:
-Mesmo assim obrigado por existir e fazer de cada dia da minha vida único e especial! Eu te amo mais que tudo neste mundo! – falei.
Voltei a beijá-la, depois ficamos mais um tempo deitados, até Aline querer tomar café, levantamos e fomos para a cozinha, antes de sairmos do quarto a Aline pegou a blusa que eu usara na noite anterior e a vestiu.


Fomos para a cozinha e ela foi preparar o café e eu arrumar a mesa, quando acabei encostei no balcão da cozinha  para observá-la, mas não resisti e a agarrei:
-Amor você não está com frio? – perguntei.
-Estou sim, mas ...
-Mas nada pode ir lá dentro e colocar uma roupa, antes que fique doente.
-A não, depois eu me troco!
-Por favor, não quero que fique doente!
-Então me esquenta, que depois eu troco de roupa!
-Vai ser um prazer! – a agarrei por traz e comecei morder sua orelha
-Ei, eu falei me esquentar, não me abusar!
-Desculpa é que você é tão irresistível!


Tomamos café da manha e depois fomos para a sala, ela com preguiça de colocar uma blusa, pegou o cobertor  e se cobriu e deitou no meu colo no sofá:
-Fala de mim mas também está sem blusa não é Felipe!
-Mas eu estou com calor !
-Mesmo assim ficar com o peito e as costas de fora nesse frio não faz bem!
-Depois eu coloco uma blusa!
Passado um tempo, coloquei um filme para nos dois ver, mas no meio do filme por causa da chuva acabou a energia!
-E agora o que vamos fazer a tarde toda? – perguntou ela.  
-Conversar!
-Sobre o que ?
-Não sei!
Ficamos em silêncio por um momento:
-Você caiu nas ultimas semanas? – perguntei.
-Se eu cai?
-É, caiu ou não ?
-Não, mas por que ?
-É que na noite passada eu percebi que você tem marcas pelo corpo!
-A entendi! – ela abaixou a cabeça.
-Ei, o que foi?
-Nossa você tem o dom!
-Que dom?
-De sempre achar meus segredos!
-Vai me contar?
-Vou se você contar um seu!
-Ta eu conto um, dois, três ... Quantos você quiser! Mas se você não quiser contar tudo bem!
-Não é bom você saber disso... Foi por isso que você sonhou essa noite?
-Sim, mas tomara que o sonho não tenha nada a ver!
-Bom lembra que eu falei que minha mãe ficou doente e faleceu?
-Lembro!
-Então... – ela recuperou as forças para falar – depois que ela morreu, meu pai ficou meio sem rumo então ele começou a beber!
“De certa forma eu entendia ele, mas sabia que não era certo então não falei nada e deixei, mas com o passar do tempo ele começou a piorar cada vez mais, perdeu o contato com os amigos e não falou mais com a família...”
“Eu estava mais perdida do que ele, pois perdi uma das coisas mais preciosas da minha vida... – começou a aparecer lagrimas em seus olhos então a reconfortei nos meu braços – Eu consegui aceitar melhor a idéia por causa da ajuda do meu ex, mas meu pai não quis conversar com ninguém então acabou bebendo cada vez mais...”
“ Nos últimos messes eu tentei falar para ele parar, mas ele não quis me ouvir e pela primeira vez meu pai levantou a mão pra mim, e me lembro muito bem do tapa que levei ... – as lagrimas começaram escorrer de seus olhos – E agora eu sou a culpada de tudo, e sem motivo e sempre que ele pode, fala que eu sou um erro e me bate deixando essas marcas no meu corpo!”
-Amor para de chorar, não gosto de te ver assim! – abracei ela mais forte.
-Você não tem idéia de como é horrível ser a “princesinha” do pai em um dia, e no outro ser o “demônio” que veio para acabar com a vida dele!
-Mas por qual motivo ele faz isso com você?
-Eu não sei... Mas eu queria que ele parasse por que ele está me magoando e muito!
-Quer que eu fale com ele?
-Você vai falar o que?
-Não sei, tentar ajudá-lo!
-Deixa pra la...
-Deixa pra lá coisa nenhuma, ele ta errado não pode fazer isso, e nem você deve aceitar... – comecei a me irritar.
-Felipe para! – gritou ela – Ele é meu pai, não quero atingi-lo, deixa do jeito que está depois eu resolvo!
-Desculpa, é que eu não suporto a idéia de alguém fazendo algo a você!
-Eu sei, mas ... Por favor fica fora disso!
-Ta bom, desculpa me intrometer!  
-Não tudo bem eu sei que você só quer me proteger!
Eu a beijei de forma calma e delicada...
-Eu te amo, e não quero que nada te aconteça! – ela sorriu e me abraçou.
-E então, agora sabe tudo sobre mim, mas eu não sei nada sobre você!
-Minha história não é muito empolgante mas... Então quando eu tinha uns 14 anos fiz uma viajem...
Contei pra ela cada detalhe da minha história, sobre minha mãe, meu pai, o drogado, a Heloisa ... Enfim tudo que ela tem direito de saber...
-Então você mora com sua professora de português?
-É a Lucia, depois eu te apresento a ela!
-Mas você não tem mais contado com sua mãe?
-Não, nunca mais soube dela!
Nesse momento, a energia voltou, já era umas cinco horas da tarde então eu ela para aproveitar que a chuva não estava mais tão forte, fomos lá fora tomar banho de chuva.
Depois entramos encharcados em casa e tomamos banho juntos, como estávamos um pouco agitados resolvemos repetir a dose da noite anterior, eu a agarrei e a levei para a cama . . .


...
*Depois *
Como ficamos cansados, deitamos na cama e conversamos até pegar no sono.
...

...
Capitulo 20 – Ultimo dia
-Não queria ir, mas fazer o que!
-Eu prometo que te trago de volta no final de ano!
Entramos no carro:
-Tchau casa, até a próxima! – disse ela mandando beijo para a casa.
-Não acredito nisso!
-Que foi só estou sendo educada!
...
Continua... 

7 comentários :

Maria Simone disse...

Adorei! Você tem o dom!

Ester Rosa disse...

Caio amei este capítulo, olha que a cada capítulo fico mais esperançosa pelo próximo...
Vc tem o dom continue assim, ah lembre-se da sua foforeza viu...kkkkk bjs :a

Nayana Cristina disse...

aii que lindo quanto maiis leiio mais vejo que vc e beem fofoo adoroooooh td's os capítulos e esse e um dos meu favoriito aii não tem como não repetiiih vc tem o dom que teem que ter muito orgulho em :) adoooro you :)


fã nº oo1

Cadu C. disse...

Muito bonita! Pena que eles já vão embora da casa!

Caio Bigliazzi disse...

Ooonwt OBG gente !

Raull Gomes disse...

PERFEITO O CAPÍTULO ~* Enrolei um pouco para ler mas já estou morrendo para ler o próximo, vou ler ele agora ! Sabe, não gostei de uma parte, ficou sem graça, a parte que ele pergunta ela por que o pai dela fazia isso com ela e ela responde que estava magoando ela muito. PODIA TER DADO MAIS EMOÇÃO né ?

Caio Bigliazzi disse...

Putz verdade né Raull nem tinha percebido, devia ter dado mais uma emoção, nuss concordo com você cara!

Mas obrigado, que bom que você gostou do resto!
E desculpa pela falha!

Abraços!