quinta-feira, 25 de agosto de 2011

Capitulo 10 – Férias



Capitulo 10 Férias
-Felipe, eu sou esperta o bastante para saber o caminho de casa! – ela abriu a porta e saiu.
-Droga! –falei quando chutei a porta com raiva.
...

Depois de passar uma semana, tentando conversar com a Heloisa, eu finalmente consegui uma chance de conversar! Ela estava em frente ao banheiro dos inspetores, provavelmente esperando alguém, mas quando me aproximei ela tentou desviar o olhar! E quando ela finalmente percebeu que eu estava indo em sua direção , ela deu uns passos para sair de lá, mas eu fui rápido e consegui agarrá-la  pelo o braço!
Abri a porta do banheiro e a levei para dentro, tranquei a porta e a encostei na parede, segurando seus dois braços impedindo ela a fazer qualquer movimento e fazendo seus  cadernos caírem ao chão:
-Só assim para me ouvir ? –disse para ela. Dava para ouvir a respiração ofegante dela, mas aquela respiração de alguma forma também demonstrava algum tipo de desejo.
-Nem assim! – respondeu ela tentando controlar a respiração.
-Me ouve pelo menos uma vez? Me da uma chance? Não quero que você volte pra mim, só quero que me escute! – disse tirando o cabelo de seus olhos azuis claros.
- Eu já disse que não quero falar com você! – disse ela com voz de relutância interior.
-Mas eu quero!
-Problema seu! Por que não pensa antes de fazer as coisas?
-Me desculpa, mas... – dei uma pausa – você vai me ouvir!
- Não vou! – gritou ela.
-Cala a boca! Alguém pode ouvir!
-Você não manda em mim!
-Não mesmo, mas eu posso te obrigar a obedecer! – agarrei sua cintura e coloquei minha outra mão em sua nuca e comecei a beijar e morder seu pescoço levemente.
-Para Felipe! – disse ela relutando contra a sua vontade – Eu vou te ouvir!
Parei olhei em seus olhos e sentei em cima do balcão da pia, enquanto ela me olhava de braços cruzados e de biquinho no rosto, comecei a falar:
-Heloisa eu esperava mais de você! – dei uma pausa – Você tem idéia do quanto me magoou? Nem esperou eu dizer o que aconteceu e foi embora! Aquele beijo foi tão idiota para mim que até me esqueci dele, por isso não te contei! E você jogou tudo pro alto por ciúmes!
-Felipe você me desculpa? Eu fui tão idiota, não pensei antes de agir! - ela se  aproximou e ficou entre minhas pernas.
Coloquei minhas mãos em sua cintura olhando em seus olhos e ela colocou a mão em minha nuca e me roubou um beijo e eu retribui como sempre, parei o beijo aos selinhos:
-Isso significa que voltamos? – perguntou ela.
-Não, eu acho melhor nos ficarmos na amizade mesmo, prefiro ter uma amiga a uma namorada.
Dei um beijo na bochecha dela e desci da bancada da pia, destranquei a porta e falei :
-Não vai se atrasar, vai começar a aula daqui a pouco! 
Dei meu sorriso no canto da boca e encostei a porta!

    * Um mês depois *
Estava tudo pronto, para as férias, bom eu estava mega empolgado, pois pela primeira vez eu iria ficar na redação revista o dia todo, mas antes disso eu vou ter que  agüentar mais uma semana de aula!
Na ultima semana de aula na segunda-feira, depois da escola, cheguei em casa e fui para o meu quarto, peguei o notebook e entrei no Twitter para falar com as fãs, fiz Twitcam rapidinho e fui tomar banho.
As 6 horas da tarde quando a Lucia voltou para casa, ela veio direto para o meu quarto  e sentou na cama:
-Tenho novidades! – falou ela com um olhar de adolescente.
-Boa ou ruim? – perguntei.
-Muito boa!
-Fala então, que eu estou muito curioso !
-Eu pedi demissão da escola!
-Como assim?
-É que eu estou muito cansada de enfrentar salas de aulas, você me entende?
-Sim, mas e a revista você ainda vai continuar?
-Claro! Mas vou pegar férias agora!
-Que pena eu queria tanto ter você lá comigo na revista!
-É eu acho que vou te abandonar um pouco!
-Como assim ? – perguntei com espanto.
- É que eu vou visitar minha família!
-Aah.
-Você não quer ir ?
-Não vai dar, tenho um monte de compromissos na revista!
-Aah que pena! – ela deu uma pausa – Você quer que eu fique com você?
-Não precisa! Vai se divertir! – Eu a abracei.

Essa semana foi umas das minhas semanas mais rápidas, nunca vi o tempo passar tão de presa. No sábado logo de manha já tive que me despedir da Lucia! E agora com a Lucia em Belo horizonte, eu ia ficar sozinho por dois messes ou mais!
Passei meu final de semana todo sozinho naquela casa enorme, fiquei no meu quarto tocando violão ou no notebook.
Na segunda-feira, eu acordei com o barulho do meu celular tocando:
“Ligação da Carol”
-Alô !
-Felipe?
-Sou eu sim!
-Oi “Fê” é a Carol e ai o que ouve que você está meia hora atrasado?
-Sério?
-Aram
-Carol já to indo! Ai agente conversa.
-Ta.
Desliguei o celular, coloquei a roupa que já estava preparada no canto do quarto e peguei um taxi. Chegando na redação eu entrei e fui na recepção perguntar em que sala a Carol estava, elas falaram que ela estava  no segundo andar na sala 97 “Editorial setor 1”.
Peguei o elevador, assim que sai eu esbarrei com uma garota, fazendo nos dois  cair no chão:
-Desculpa eu sou meio atrapalhada! – disse ela com uma voz doce.
-Não foi nada, eu que não prestei atenção!
Me levantei e a ajudei a levantar,quando estávamos de pé pude olhar seu rosto! Seu cabelo castanho claro levemente repicado com uma franja levemente caída nos olhos, que por sinal eram verdes com pequenos tons de azul, sua pele era tão clara e macia que eu me senti segurando a mão de uma criança recém nascida, sua boca e bochechas rosadas naturalmente por causa do frio me chamou a atenção e ela não usava nenhuma maquiagem.
Fiquei parado olhando seu rosto,até ela retribuir o olhar e também parar para me analisar, até eu interromper o silêncio:
-Você está bem? Se machucou?
-Não eu estou bem, e você?
-Também!
Ficamos parados por mais um momento até a Carol interromper:
-Felipe !!! – disse ela aos berros.
Desviei meus olhos dos olhos da garota para olhar para  Carol :
-Felipe o que você está fazendo parado aqui?  - perguntou ela.
-É que ... – olhei para o lado e não vi mais a garota – deixa para lá!
-Tenho novidades para você! – ela me pegou pela mão e me levou para sua sala.
-E qual é? – perguntei para a Carol.
-Você vai ser nosso convidado principal na balada de férias da redação !
-Nossa que legal! – respondi animado.
...

Capitulo 11 – A balada.
-Por que, fica se desviando de mim ?
-Porque eu não sou nenhuma garota qualquer !
-Disso eu tenho certeza!
-E não vou cair de amores por você só porque saiu em uma capa de revista!
- Ótimo, prefiro garotas assim! ...  

Continua...    


2 comentários :

Matheus - Boy Teen disse...

Oi estou seguindo, segue de volta?? http://boyteenblog.blogspot.com
ah e está rolando um concurso lá! Entre lá e o concurso está na barra lateral esquerda!

Caio Bigliazzi disse...

Vlw jah estou seguindo e participando do concurso!