segunda-feira, 18 de julho de 2011

Entre idas e vindas.



Entre idas e vindas.

O amor é feito de chantagens. De bilhetes deixados por entre cadernos. De mensagens deixadas para se ver depois. De bom dia, acordei pensando em você. Citações do seu poeta preferido que dizem pelas suas palavras. E é feito no diminutivo. Feito de mimos e carícias. Apelidos carinhosos. Xingamentos amorosos. De dar a mão e fazer cócegas. Evitar o choro, provocar a lágrima. De ciúmes, de saudades. De boa noite, vou dormir e sonhar com você. De discussões tontas por motivos tão quanto. De uma música que lembre os dois. De um eu te amo ao meio de um beijo. E um arrepio ao lado da nuca. Amor é feito de qualquer lugar. Qualquer lugar não fica tedioso com amor. Só é preciso dois corpos, duas mãos se entrelaçando, dois olhares se percebendo, uma voz e um sorriso, e qualquer lugar é colorido. Em dia de sol sair andar sem ponto de partida. Nem chegada. Em dia de chuva correr pelos canteiros, rir, e dar beijos de cinema. Em dias frios: filme, pipoca, edredom e você.Em dias quentes, em dias nublados, ensolarados, mornos, gelados:você. Rolar e rolar e rolar e não ter vontade de parar nem sequer um minuto. Amor é feito de gruda-desgruda. Aperta-solta. Segura-liberta. Olha-ignora. Briga-reconcilia. De suspiros na madrugada e prantos na despedida. Fazer bico e pedir colo. Querer carinho, dar carinho. Pedir chamego, receber delírio. O amor é feito de perfumes, o meu no teu ombro e o teu no meu casaco. De encontros, de despedidas. De olhares que se cruzam e se amam e se adoram e se precisam. Feito de amar. De filmes românticos, comédias, terror. De você. De textos grandes e trechos pequenos. Tudo passa e tudo chega. Tudo vai e tudo vem. E quando é amor, ele fica. O amor não some. Ele não desgasta. Feito de saudade. Feito de insegurança.O amor é tanto faz, desde que seja amor e que seja de verdade.(Entre idas e vindas, por Camilla Tanus ♥)




Nenhum comentário :